Tag Archives: imaginação deliberada

 And I’ve never felt this healthy before
And I’ve never wanted something rational

[ Head over feet – Alanis Morissette]

large (6)

It was kind of quick. You won me. Quick. I think of you. Quick. Wasn´t expecting. Quick. Now when I go to bed, you are my last thought and, in the mornings, you are my first smile. Just wanted to thank you for the little and warm hapiness that is having you around. I hope you stay.

Advertisements

Wants

large (7)

Bastou seus dedos passeando pelos meus cabelos curtos, pela manhã, enquanto eu adormecia na cama de motel para que eu já ficasse nervosa com a proximidade tão íntima, tão doce. Seu cheiro me impregnando as narinas porque também estava impregnado nos seus pêlos tão fartos e espessos. Esperava poder transportar-nos em tempo e espaço para o meu quarto, para a minha cama, para uma manhã mais nossa e menos distante e asséptica. Menos papel de parede brega, mais pôsteres culturais. Menos barulhos de portas se abrindo e fechando, mais música francesa. Menos telefones tocando, para avisar que o tempo acabou. Mais tempo, mais tempo, mais a gente, mais eu.

Eu adormecia pensando que não, não posso. Eu desejo que você queira me conduzir, que você queira me raptar, que você queira olhar para os meus olhos que você crê castanho claros e eu creio castanho escuros. Eu quero receber suas músicas, ser chamada de anjo de dia, gostosa de noite.

Quero você, enfim.


refugiar (refúg…

refugiar
(refúgio + -ar)
v. tr.
1. Dar abrigo. = ABRIGAR, ASILAR
2. Tornar mais suave (ex.: refugiar a dor).
v. pron.
3. Recolher-se num refúgio. = ABRIGAR-SE, ASILAR-SE
4. Retirar-se para lugar considerado seguro. = ABRIGAR-SE, RESGUARDAR-SE
5. Emigrar para um país estrangeiro por motivo de perseguição política, religiosa, étnica, etc. = ASILAR-SE, EXPATRIAR-SE
6. [Figurado] Buscar proteção ou conforto junto de (ex.: refugiar-se em casa, refugiar-se na leitura).

Chega a ser irônico que algum dia alguém que nem sabe que existe “h” no verbo haver pode se oferecer enquanto refúgio, sendo refugiar-se um tornar mais suave, um abrigar  num abraço cheio de pêlos faciais e corporais. Um asilo humano resguardador de dores numa busca incessante de conforto e proteção.


%d bloggers like this: